• DUAS FACES

    DUAS FACES


  • Comments

    1
    Friday 22nd February at 14:11

     

    Duas faces...
    Envolvidas
    Enroscadas
    Duas em uma
    Uma em duas
    Como saber viver assim?
    Dois lados ocultos que gritam dentro de mim
    Uma que sorri e tem esperanças
    Outra que chora e morre a cada dia
    Uma quer vida
    Quer viço
    Quer dança
    Uma criança que brinca e não se preocupa
    Outra que não confia no crescer
    Uma acredita nas boas vindas
    Outra tem a mania de descrer
    Uma faz tranças nos cabelos da natureza
    Outra, nem mesmo suas tramas sabe tecer
    As duas faces de mim...
    Para que uma viva a outra deve morrer
    Ambas tão cansadas
    A criança que envelheceu
    Ambas tão deslumbradas
    Uma quer matar a que sofre
    Outra quer viver dias e madrugadas
    As duas faces de mim
    Uma esconde o que não quer que eu saiba
    Outra distribui risos, alegrias e flores
    Uma diz que nada vale a pena
    Outra enxerga e se alimenta com as luzes dos amores
    Enfim...
    Triste sina essa minha
    Para ser um pouco feliz
    Preciso fazer o que nunca quis...
    Matar uma parte de mim.
    Autor: Nelma Barros Correia
    Suivre le flux RSS des commentaires


    Add comment

    Name / User name:

    E-mail (optional):

    Website (optional):

    Comment: